terça-feira, 10 de abril de 2018

É amanhã


Amanhã é o seu aniversário. Quem nunca sentiu o corpo arrepiar ao ver esse rio passar? Essa escola de samba pioneira por natureza, que teve Esther, Galdino Marcelino, Paulo Benjamim, Antônio Rufino e Antônio Caetano; escola que entrou para a história como vencedora do primeiro desfile do Rio de Janeiro (1935); que introduziu a maioria dos quesitos hoje julgados; que tem fundamentos de sobra; que possui a mais importante e renomada Velha Guarda; que teve Dodô e Vilma a nos encantar; que já  foi o ninho de um sabiá; que tem a Tabajara do Samba a brilhar; que tem os passistas a extasiar; a ala de baianas a maravilhar; que tem os seus sambas  a fascinar; que tem o maior simbolo carnaval que nos faz delirar; escola que desperta uma paixão avassaladora até mesmo em seus momentos de dificuldades (como explicar?). Pois é, não se explicanão se resume, não se define, não se mensura tampouco  se compara, apenas se sente. Como simples torcedores que somos agradecemos a sua existência.
Parabéns Majestade do Samba!
Clicar na imagem para aumentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário